Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

sexta-feira, 29 de março de 2019

Evangelho de João 8, 1 - 11


Missa de 06 de abril de 2019Resultado de imagem para jesus e a adultera desenho


4º DOMINGO DA QUARESMA 
“Fraternidade e políticas públicas”.
 “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27)
Leituras
Primeira Leitura Is 43,16-21
Salmo Salmo 125 (126)
Segunda Leitura Filipenses 3,8-14
Evangelho Jo 8,1-11
Fonte: Liturgia diária CNBB

Mensagem Principal


Eis que se aproxima a Páscoa! Por esta Eucaristia, unamo-nos mais profundamente a Cristo, cultivemos em nós os seus sentimentos de total confiança no Pai e total entrega amorosa aos irmãos e irmãs. Celebrando o memorial da sua morte e ressurreição, fortalecemos nossos laços de comunhão e de solidariedade que a Campanha da Fraternidade nos ajudou a compreender.

Fonte: Folheto Povo de Deus

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:
Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

MENSAGEM

A liturgia de hoje fala-nos (outra vez) de um Deus que ama e cujo amor nos desafia a ultrapassar as nossas escravidões para chegar à vida nova, à ressurreição.
A primeira leitura apresenta-nos o Deus libertador, que acompanha com solicitude e amor a caminhada do seu Povo para a liberdade. Esse “caminho” é o paradigma dessa outra libertação que Deus nos convida a fazer neste tempo de Quaresma e que nos levará à Terra Prometida onde corre a vida nova.
A segunda leitura é um desafio a libertar-nos do “lixo” que impede a descoberta do fundamental: a comunhão com Cristo, a identificação com Cristo, princípio da nossa ressurreição.
O Evangelho diz-nos que, na perspectiva de Deus, não são o castigo e a intolerância que resolvem o problema do mal e do pecado; só o amor e a misericórdia geram ativamente vida e fazem nascer o homem novo. É esta lógica – a lógica de Deus – que somos convidados a assumir na nossa relação com os irmãos.



Ideia de roteiro para teatro

PA: Oi PB!

PB: Oi PA! Tudo bem com você?

PA: Sim PB! Mas estou aqui um pouco brava com minha irmã. Ela é muito chata, briguenta e não gosta de dividir as coisas dela comigo.

PB: Nossa PA!

PA: Eu vou falar pra todo mundo o quanto ela é chata e ela vai ficar morrendo de vergonha!

PB: PA! Você não pode fazer isso!

PA: Posso sim! Ela é minha irmã e só eu sei como é difícil toda a chatice dela.

PB: E se ela também falar a mesma coisa de você?

PA: Ah não, impossível! Sou muito mais legal do que ela. Eu divido as coisas, empresto meus brinquedos, ajudo meus amigos...

PB: Fala mal da sua irmã, esconde a tarefa da sua mãe, falta na catequese... A Catequista até me perguntou de você no último sábado. E como você faltou na missa você nem ouviu o Evangelho onde um monte de gente queria jogar pedras em uma mulher e Jesus não deixou.

PA: Nossa PB! Não precisa falar das coisas que eu faço errado não!

PB: Acho que você está fazendo com a sua irmã a mesma coisa que estavam querendo fazer com a mulher do evangelho.

PA: Nossa PB! Eu nunca ia jogar pedras em ninguém!

Catequista: Oi Crianças! Oi PA! Já faz um tempo que não te vejo hein!

PA: Ai Catequista! Sabe o que é? É que... É que... Bom...

Catequista: Você está faltando muito na catequese hein!

PB: Acabei de falar isso pro PA Catequista! E além da Catequese, PA também não foi à missa!

PA: Xiuuu! Não precisa ficar contando!

PB: Mas é verdade! Catequista você acredita que PA estava falando um monte de coisas sobre a irmã dela e acusando igual fizeram com a mulher no evangelho, aquela que Jesus não deixou o pessoal jogar pedra nela.

Catequista: Assim como você está falando de PA agora?

PB: Não, eu não... Verdade catequista! Eu também estou fazendo a mesma coisa.

Catequista: Sim PB, mas não fique chateada! As vezes fazemos isso sem nem perceber. A parte boa é que em todas as situações sempre temos algo pra aprender. Quando no evangelho Jesus ordena que quem não tem pecado comece a atirar as pedras, todas as pessoas que estavam lá desistiram.

PA: E por que Catequista?

Catequista: Porque muitas vezes nós prestamos atenção no que julgamos que o outro está fazendo errado e não olhamos nossos próprios erros, ai quando nos encontramos com Jesus, com toda sua bondade ele nos lembra que todos nós cometemos erros.

PB: Nossa catequista é verdade! Eu estava falando que a PA não podia falar da irmã dela e logo já comecei a falar dela. Estou envergonhada.

PA: Ah não tem problema PB, as vezes fazemos sem perceber.

Catequista: |Por isso crianças temos que sempre estar atentos. Temos que cuidar das pessoas que estão perto de nós e leva-las cada vez mais pra perto de Deus e de Jesus. Assim nosso coração também ficará cheio do amor de Deus e quanto mais perto de Jesus nós ficamos, mais queremos ser como ele. E quanto mais parecidos com Ele, mais amor espalhamos pelo mundo e mais pessoas trazemos para Jesus.

PB: Me desculpa PA!

PA: Tudo bem PB! Também preciso ir pra casa me desculpar com minha irmã. Até sábado pessoal, não vou mais perder a catequese, quero ficar mais perto de Jesus a cada encontro.

Catequista: Isso mesmo PA! Até mais crianças!


Sugestão de Música





Ideia para trabalhar esse Evangelho


Colocar uma caixa com alguns adjetivos ruins dentro.

Colocar em uma segunda caixa, adjetivos positivos, de afirmação.

Cada criança deverá pegar pra si própria um "rotúlo" na caixa de adjetivos ruins e sentar no centro do círculo.

As demais crianças deverão pegar bons adjetivos e colocar sobre o ruim, fazendo com que a criança no centro se sinta melhor e mais valorizada.

Demonstrar o quanto é bom sermos valorizados e não julgados.


Oração
Senhor Jesus que o Senhor sempre venha nos defender com seu amor e nos ensinar a cuidar de nossos irmãos para sempre conduzir as pessoas pra perto de Ti. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário