Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Evangelho de Mateus, 18, 15-20

Missa de 10 de setembro de 2017

23º DOMINGO DO TEMPO COMUM “O AMOR É O CUMPRIMENTO PERFEITO DA LEI” MÊS DA BÍBLIA

Leituras
Primeira Leitura Ez, 33, 7-9
Salmo 94
Segunda Leitura  Rm, 13, 8-10
Evangelho Mt 18, 15-20

Mensagem Principal
 Irmãos e irmãs, eis que aqui chegamos e, reunidos, vamos celebrar o Dia do Senhor. O Senhor que prometeu que estaria presente onde dois ou mais estivessem reunidos em seu nome, está aqui agora, no meio de nós. Vamos bendizer o Senhor, reconhecê-lo presente em nossa assembleia santa e , com Ele, glorificar ao Pai, na força do Espírito nesta Eucaristia, renovemos em nós o desejo de realizar a vontade do Senhor, vivendo o mandamento do amor ao próximo. Folheto Povo de Deus

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!


1- Necessidade da correcção fraterna.
O pecado nunca é um facto isolado pois nenhum homem é uma ilha. Cada um é parte dum continente. Quando uma ave poisa num ramo é perturbado o equilíbrio de toda a planta. Quando uma pedra cai no lago comunica o movimento a toda a água.
2- Como corrigir.
A) Com serenidade para não aumentar o mal; a sós; na intimidade e num relacionamento pessoal. Conta-se que um dia Platão teve que corrigir um aluno impertinente. Sentando-se, pediu ajuda a um amigo dizendo: Eu não posso corrigi-lo agora porque não me encontro suficientemente calmo.
B) Em espírito de comunhão e oração. É por isso que Jesus, no Evangelho deste Domingo, conclui que onde dois ou três se reunirem em seu nome, estaria no meio deles. Isto porque a comunidade reune-se para fazer oração mas afinal é a oração que constrói a comunidade.
Um dia, uma mãe lamentava-se ao pároco que o seu filho, em crise espiritual, andava transviado pelas más companhias. Dizia com tristeza:
– Eu falo muitas vezes de Deus ao meu filho mas não serve de nada.
Então o santo pároco, consolando-a respondeu:
– Coragem! Se quer obter melhores resultados, mais do que falar de Deus ao seu filho, fale do seu filho a Deus.
E assim fez.. Quanto mais rezava mais calma e compreensiva ficava de modo que o seu filho, assim acolhido, não precisou mais de procurar satisfações longe de casa e corrigiu-se. E a mãe chegou à conclusão que para corrigir é preciso corrigir-se.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
davidvieira@netmadeira.com
Fonte: http://www.dehonianos.org
Ideia de roteiro para teatro

PA passa na rua da casa do PB e lê uma placa exposta na barraquinha que havia montado na garagem: "Correção Fraterna + oração grátis

PA: PB, que você tá fazendo ai? que barraquinha maluca é esta?

PB: Ai, ai, precisa mesmo de muita paciência para fazer isso... você é meu melhor amigo, pensei que ia ler e já entender... aliás não só entender, preciso que me ajude, porque no evangelho fala "onde 2 ou mais estiverem reunidos em meu nome..."

PA: Vixe... não estou entendendo nadinha de nada!

PB: (...respira fundo) - PA o evangelho de hoje nos pede para corrigir fraternalmente nossos irmãos, fraternalmente quer dizer com o mesmo amor do coração de Jesus, não podemos nos omitir, deixar de fazer isso...não podemos! Fala também que quem reza junto é atendido... então, montei esta barraquinha e preciso de ajuda !

PA: PB, você precisa de ajuda mesmo!

PB: Preciso, que bom que entendeu... senão eu já ia ter que te corrigir fraternalmente! Venha, venha... logo isso aqui vai lotar... afinal, esse povo faz tanta, tanta coisa errada... vem eu trouxe até um lanchinho pra gente... não sei até que horas ficaremos!

PA: PB, quando disse que precisava de ajuda, quis dizer que precisa de ajuda para entender que tá errado... esta barraca ai de "correção fraterna grátis" tá errada!

PB: Errada? Já sei, acha que devemos cobrar? Mas, eu deixei grátis para ganhar experiência, somos crianças ainda... um dia quem sabe..

PA: Não, não... nada disso! A ideia não é essa!

PB: Não? Como não? É claro que é... ai, ai... olha deste jeito vamos acabar brigando não vai ser nada fraternal!

PA: Não, não amigo... não quero brigar... de jeito nenhum, você pode me ouvir? Tenho certeza que juntos vamos encontrar o melhor caminho!

PB: Tá bem...vou te escutar... li também que precisamos escutar o irmão! ai, ai....

PA: Obrigada, amigo! Você acertou que a correção fraterna é a correção com o amor de Jesus, como se ele mesmo fizesse... com muito amor!

PB: Sim, eu pensei até em depois que a gente falasse o que tava errado, dar um abraço... o que acha?

PA: Acho ótimo abraçar depois de conversar, mas não pode ser aqui na barraca!

PB: PA, você tem vergonha? Não fique!!  Não podemos ter vergonha de seguir Jesus!

PA: Não, não...não tenho vergonha... eu só acho que Jesus não faria assim numa barraca no meio da rua!

PB: Ah mas eu não tenho outro lugar, achei aqui mais prático e também aqui todo mundo vê que tem, é uma boa propaganda...

PA: PB, corrigir com amor, como Jesus fez e faz, tem que ser em particular... com todo jeitinho... se precisar ser em público que seja discreto sem alarde, a correção fraterna só interessa àquela pessoa... ela precisa sentir o abraço de Jesus!

PB: Mas eu já disse que vou abraçar! Num vai ser muito demorado, como acho que é o de Jesus... porque acho que virão muitas pessoas, entende!

PA: Entendo...e você já pensou que aqui na rua, um vai ficar escutando a coisa errada que o outro fez quando você falar?

PB: Sim, mas ai é bom que não fazem errado, escuta, vê que tá errado e nem faz!

PA: E como você vai conversar com as pessoas, como vai saber o que tem que corrigir?

PB: Simples, vou todo dia perguntar para as Sras fofoqueiras da rua, elas me contarão sem problemas, já fiz o teste. Ai conforme as pessoas passarem vou chamando... entendeu?

PA: Amigo, isso não está certo. Isso é fofoca!

PB: Não, eu não farei fofoca não ficarei amigo delas, só vou pegar informação!

PA: Mas PB, correção fraterna não é isso!

PB: Aaaah (nervoso) o que é então?

PA: Calma. Estou querendo te ajudar, não fique bravo comigo!

PB: Tá! Explica ai então!

PA: Jesus nos pede, quando necessário, corrija o irmão fraternalmente. Como você disse, com amor!

PB: Sim, é o que eu pretendo fazer se você deixar!

PA: Calma, não acabei!

PB: Continua então...

PA: Precisamos corrigir aquilo que vimos e não fofocas! Precisamos ver com os olhos do coração!

PB: Olhos do coração?

PA: Sim, ai que é a fraternidade... mostrar com todo amor aonde a pessoa pode corrigir aquilo que fez de errado, se arrepender e mudar para o caminho bom! Isso, se faz na intimidade, nada de exposição chamando na rua... ficarão envergonhadas não acha?PB: É, pensando bem, sim...

PA: Eu ficaria... isso se faz chegando pertinho, perguntando se pode conversar, se a pessoa quer te ouvir...é preciso escolher o melhor momento... mas sem esquecer... é preciso ter a conversa no melhor momento!

PB: Entendi... é verdade, estes dias, fiz uma grande birra...tava bem nervoso, minha mãe, disse que iriamos conversar depois que eu me acalmasse... senti que ela tava brava... mas esperou... conversamos e me corrigiu... com muito amor! me falou que eu estava errado, onde podia melhorar... e oh...3 dias já que não faço birra!... ops...2... eu acho.

PA: Sim, este é um ótimo exemplo...

PB: Poxa... deu tanto trabalho fazer minha barraca!

PA: Eu te ajudo a desmontar, amigo! onde 2 ou mais estiverem reunidos ali eu estarei!

PB: É Jesus disse isso!

PA: Sim, eu vou te ajudar... hoje aprendemos juntos uma boa lição, não é!

PB: É sim, eu estava fazendo uma confusão... e você com toda paciência e amor me ajudou a entender que não era isso...

PA: Para isso Deus nos fez amigos!

PB: É verdade! Obrigada! Vamos comer nosso lanchinho? Já que estamos aqui né!

PA: Vamos sim!
Sugestão de Música


Quero ser bom

Cantinho da Criança


Quero ser bom, tão bom como é Jesus! (2x)

Eu quero ser bom e saber perdoar,
e a cada novo dia eu não quero mais brigar.
E na minha casa, com quem eu encontrar
eu serei feliz, vivendo a vida com amor.
É porque no Céu não entra o mal.
Só a bondade que há no seu coração.
E lá não existe tristeza e dor, só alegria e amor pra valer.
Ah, eu quero ter, eu quero pra valer,
ter um coração tão bom como é o de Jesus.
Pra isso, eu vou rezar e vou me esforçar
e, a cada novo dia, mais legal eu vou ficar.


Ideia para trabalhar esse Evangelho

Uma das melhores formas de fazer uma correção fraterna é pensar: como Jesus faria isso?

Como ele falaria?

Em que momento?

Reuna as crianças e instigue que contem fatos que os amiguinhos fizeram e precisariam de uma correção fraterna, explique que não falaremos nomes, afinal, Jesus conhece a todos... saberá de quem estamos falando. Escreva em um quadro ou em papeis que todos possam ler.

Depois, um exame de consciência faça o mesmo, porém, agora cada um fala de si...se achar que terão dificuldades, peça que escrevam ou desenhem, secretamente. Se isso ocorrer, aponte a dificuldade de falar dos próprios erros e a facilidade em falar dos erros dos outros.

Terminando estas etapas, conduza com eles abordando para cada situação o que Jesus faria... como seria uma correção fraterna.

Lembre-se:

Antes de tudo: Ore ao Espirito Santo, que Ele seja o condutor.

Correção fraterna não aponta erros, não julga, só ama e mostra caminhos de mudança de vida, mudanças que implicarão na mudança de atitude para seguir Jesus e seu caminho.

E sempre pergunte, como acham que Jesus faria neste caso? como conversaria com esta pessoa?

Qual seria o melhor momento?


Oração

Que o meu coração esteja semprea aberto a ouvir a correção do meu irmão e corajoso, para corrgir também. Esta fonte vem de Deus! Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário