Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Evangelho de Mateus 2, 1-12

Missa de 07 de Janeiro de 2018

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR


 
 Leituras

Primeira Leitura Is 60,1-6
Salmo (SL 71(72))
Segunda Leitura Ef 3,2-3a.5-6   
Evangelho Mt 2,1-12






reflejosdeluz11.blogspot.com.br



Mensagem Principal

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!



A análise dos vários detalhes do relato confirma que a preocupação do autor (Mateus) não é de tipo histórico, mas catequético.
Notemos, em primeiro lugar, a insistência de Mateus no facto de Jesus ter nascido em Belém de Judá (cf. vers. 1.5.6.7). Para entender esta insistência, temos de recordar que Belém era a terra natal do rei David e que era a Belém que estava ligada a família de David. Afirmar que Jesus nasceu em Belém é ligá-lo a esses anúncios proféticos que falavam do Messias como o descendente de David que havia de nascer em Belém (cf. Mi 5,1.3; 2 SM 5,2) e restaurar o reino ideal de seu pai. Com esta nota, Mateus quer aquietar aqueles que pensavam que Jesus tinha nascido em Nazaré e que viam nisso um obstáculo para o reconhecerem como o Messias libertador.
Notemos, em segundo lugar, a referência a uma estrela “especial” que apareceu no céu por esta altura e que conduziu os “magos” para Belém. A interpretação desta referência como histórica levou alguém a cálculos astronômicos complicados para concluir que, no ano 6 a.C., uma conjunção de planetas explicaria o fenômeno luminoso da estrela refulgente mencionada por Mateus; outros andaram a procura de um cometa que, por esta época, devia ter sulcado os céus do antigo Médio Oriente… Na realidade, é inútil procurar nos céus a estrela ou cometa em causa, pois Mateus não está a narrar fato histórico. Segundo a crença popular da época, o nascimento de uma personagem importante era acompanhado da aparição de uma nova estrela. Também a tradição judaica anunciava o Messias como à estrela que surge de Jacob (cf. Nm 24,17). Ora, é com estes elementos que a imaginação de Mateus, posta ao serviço da catequese, vai inventar a “estrela”. Mateus está, sobretudo, interessado em fornecer aos cristãos da sua comunidade argumentos seguros para rebater aqueles que negavam que Jesus era esse Messias esperado.
Temos ainda as figuras dos “magos”. A palavra gregos magos”, usada por Mateus, abarca um vasto leque de significados e é aplicada a personagens muito diversas: mágicos, feiticeiros, charlatães, sacerdotes persas, propagandistas religiosos… Aqui, poderia designar astrólogos mesopotâmios, em contacto com o messianismo judaico. Seja como for, esses “magos” representam, na catequese de Mateus, esses povos estrangeiros de que falava a primeira leitura (cf. Is 60,1-6), que se põem a caminho de Jerusalém com as suas riquezas (ouro e incenso) para encontrar a luz salvadora de Deus que brilha sobre a cidade santa. Jesus é, na opinião de Mateus e da catequese da Igreja primitiva, essa “luz”.
Além de uma catequese sobre Jesus, este relato recolhe, de forma paradigmática, duas atitudes que se vão repetir ao longo de todo o Evangelho: o Povo de Israel rejeita Jesus, enquanto que os “magos” do oriente (que são pagãos) O adoram; Herodes e Jerusalém “ficam perturbados” diante da notícia do nascimento do menino e planeiam a sua morte, enquanto que os pagãos sentem uma grande alegria e reconhecem em Jesus o seu salvador.
Mateus anuncia, desta forma, que Jesus vai ser rejeitado pelo seu Povo; mas vai ser acolhido pelos pagãos, que entrarão a fazer parte do novo Povo de Deus. O itinerário seguido pelos “magos” reflecte a caminhada que os pagãos percorreram para encontrar Jesus: estão atentos aos sinais (estrela), percebem que Jesus é a luz que traz a salvação, põem-se decididamente a caminho para O encontrar, perguntam aos judeus – que conhecem as Escrituras – o que fazer, encontram Jesus e adoram-n’O como “o Senhor”. É muito possível que um grande número de pagano-cristãos da comunidade de Mateus descobrisse neste relato as etapas do seu próprio caminho em direcção a Jesus.


http://www.dehonianos.org
 


Ideia de roteiro para teatro

(Entra Personagens A e B)

PA: Oi todo mundo!

PB: Oi

PA: Nossa PB que desânimo é esse?

PB: Ah PA você com essas suas idéias de trazer nossos melhores presentes de natal pra igreja, estou achando tudo muito estranho isso sim!

PA: Calma PB vou te explicar tudinho, fica tranquilo

PB: Então pode começar a explicar!

PA: Veja bem PB, eu ouvi na missa hoje o evangelho que fala dos três Reis Magos

PB: Ah é verdade eu também já fui à missa e ouvi esse evangelho que fala do Reis que levam presentes para Jesus

PA: Isso mesmo! Está espertinho hein PB, acho que esta rolando um pouquinho de inteligência ai nessa cabeça oca (risos)

PB: Cabeça oca quem tem é você ta PA!

PA: Está bem PB desculpe não consegui deixar passar a piada.

PB: Olha só você vai ou não me explicar o porquê dos presentes? Se não pego todos meus e levo embora

PA: Nossa mais ainda precisa explicar? História dos três Reis Magos, presentes e tal!

PB: Ah entendi, você acha que temos que deixar nossos presentes de Natal pra Jesus?

PA: Isso mesmo!

PB: Pensando bem acho que você tem razão, mas tem que ser todos? Não podemos ficar com nenhum? Poxa vida gostei tanto dos meus presentes

PA: Ah PB até podemos ficar com alguns, mas vamos separar os melhores pra Jesus.

PB: Beleza, combinado!

PA: Vamos começar separar os presentes então?

PB: Vamos!

(E começam a separar os presentes)

PA: Esse é pra Jesus, esse também, ah esse pode ficar pra mim...

(Catequista entra)

C: Oi crianças, tudo bem?

PA: Oi Catequista

PB: Oie

C: Crianças me contem como passaram de natal?

PA: Ah catequista foi muito bom, ganhamos muitos presentes

PB: É foi muito bom mesmo! Também ganhei bastante presente

C: Hum que ótimo! Então já que ganharam muitos presentes, vocês já separaram aqueles brinquedos que não brincam mais para doar para crianças que não ganharam nada?

PA: Ixiii ainda não C, mas prometo que assim que chegar em casa vou separar os brinquedos que não brinco mais e vou doar pra quem preciso.

C: Isso mesmo PA, parabéns! Não esqueça que não pode ser brinquedos quebrados, tem que estar em bom estado ok!

PB: Nossa C eu já doei os meus brinquedos que não uso mais, minha mãe antes do Natal já me pediu para separar todos! (e fica triste)

C: Que ótimo PB, sua mãe fez muito bem! Mas porque você ficou triste, não queria doar os brinquedos?

PB: Queria sim! Todo ano antes de ganhar meus presentes de natal minha mãe e eu separamos os brinquedos que não uso mais para doar e me sinto muito feliz em ver as crianças felizes.

C: Mas então por que está triste?

PB: Porque não sabia que teria que dar meus presentes para Jesus, agora vou ficar quase sem nada!

PA: Ai não exagera vai PB combinamos dar somente os melhores presentes para Jesus e não todos!

C: Crianças que história é essa de dar seus presentes pra Jesus?

PB: C o evangelho nos conta que hoje é dia em que os reis magos levam presentes pra Jesus, então pensamos em dar nossos presentes pra ele, assim ficará mais feliz com a gente!

C: Ah meus amores, vocês estão de parabéns viu! Realmente o evangelho de hoje nos fala sobre os Reis magos e os presentes que levaram a Jesus para louvá-lo e adorá-lo.

PA: Viu PB não disse que precisamos dar nossos  presentes para Jesus.

C: Então, mas na verdade vocês não precisam dar seus presentes para Jesus!

PB: Não?

C: Não! Jesus quer o nosso coração, o nosso amor e confiança

PA: Como assim?

C: Crianças, hoje a igreja celebra a Epifania do Senhor.

PA: Epifania? Quem é essa, é uma amiga de Jesus?

C: Não PA, Epifania não é uma pessoa!

PA: Não?

C: Epifania do Senhor é a festa que comemora a manifestação de Jesus Cristo como Messias – Filho de Deus e Salvador do mundo. Epifania significa aparição, manifestação, apresentação.

Ou seja, é o momento em que a igreja comemora a apresentação de Jesus Cristo aos povos, através da visita dos Reis Magos ao Menino Jesus.

PB: Como assim apresentar Jesus aos povos? Não são somente três Reis Magos?

C: Os três Reis Magos representam todos os povos e nações, eles foram chamados por Deus para adorar e apresentar Jesus a todos, eles foram guiados por uma estrela, chegaram a Belém, e ao ver o menino Jesus com Maria, ajoelharam se diante dele e o adoram. Esse foi o verdadeiro sentido da visita deles a Jesus, para adorá-lo!

PA: Adorar? Mas Jesus era um bebê!

C: Pois é, eles já sabiam da grande missão de Jesus, que ele era aquele que foi enviado por Deus.

PB: Ah então eles já sabiam que Jesus iria nos salvar?

C: Sim! Eles já sabiam que Jesus aquele bebê tão pequenino tinha uma grande missão, eles já sabiam que Jesus é o filho de Deus e Salvador do mundo.

PA: Por isso foram adorar Jesus! 

C: Isso mesmo!

PB: Mas e os presentes, porque eles levaram presentes para Jesus?

C: Em relação aos presentes oferecidos ao Menino Jesus, era uma forma de reconhecer quem realmente Ele é, e a missão que veio realizar entre os homens: cada presente significava um reconhecimento a Jesus; O Ouro simboliza sua realeza; o incenso sua divindade e a mirra sua humanidade.

PA:Bom, agora que já sei o verdadeiro sentido dos presentes já entendi que não precisamos dar nossos presentes, oba!

C: Não, não precisam! (risos)

PB: Oba!

C: Mas como disse no começo da nossa conversa, o que Jesus quer de todos nós é nosso reconhecimento que ele é a Luz do mundo e nosso salvador, que acreditemos nessa verdade e em seu amor por nós.

PA: Ah mais isso já está tranquilo, eu acredito que Jesus nos ama e que veio ao mundo para nos salvar.

PB: Eu também acredito.

C: Que ótimo crianças, fico muito feliz por demonstrarem tanto amor por Jesus.
E não esqueçam Jesus não quer presentes ele quer seu coração, seu amor e confiança.
Vamos rezar? 
PA e PB: Vamos!




Sugestão de Música




Ideia para trabalhar esse Evangelho

Presente para Jesus

Confeccionar uma caixa para cada criança
 
Os materiais são simples:
. papel grosso A4  
. cola
. tesoura
. lápis
. régua
. pregador de roupas

Caixinhas de papel


A primeira etapa é fazer o molde de acordo com o tamanho desejado
Molde da caixinha
LEGENDA:
. linha contínua = cortar
. linha pontilhada = dobrar
. X = ponto de cola

Imprima o molde em tamanho A4, se possível em um papel mais grosso. E, depois, com o lápis, passe um contorno marcando o papel colorido. Depois, recorte nas linhas contínuas.


Caixinhas de papel


Fica mais fácil marcar as dobras usando uma régua. Melhor ainda se você usar a tesoura ou outro material para frisar o papel e deixar a dobra bem marcada.

Caixinhas de papel


Nesta caixa, há apenas um ponto de cola, na aba lateral. Use pouca quantidade para não vazar e prenda as partes com um pregador até a cola secar.

Caixinhas de papel