Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

sábado, 30 de dezembro de 2017

Evangelho de João 1,35-42

Missa de 14 de Janeiro de 2018

Resultado de imagem para desenho João Batista mostra Jesus2º DOMINGO DO TEMPO COMUM 
O CONVITE DE JESUS PERMANECE: VINDE E VEDE

Leituras
Primeira Leitura 1Sm 3,3b-10.19
Salmo 39 / 40
Segunda Leitura 1Cor 6,13c-15a. 17- 20
Evangelho Jo 1,35-42
Folheto Povo de Deus

Mensagem Principal

É com alegria que nos reunimos em comunidade para celebrarmos a Páscoa do Senhor. Neste domingo, junto com João Batista, testemunhamos que Jesus é verdadeiramente o filho de Deus. Que elimina o pecado do mundo com sua morte na cruz e batiza no Espírito Santo por sua ressurreição. Alegres e em comunhão com todas as pessoas que ouvem o chamado do Senhor.
Folheto Nova Aliança

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

MENSAGEM

Num primeiro momento, o quadro situa-nos junto do rio Jordão (vers. 35-37). Os três primeiros personagens em cena são João e dois dos seus discípulos – isto é, dois homens que tinham escutado o anúncio de João e recebido o seu batismo, símbolo da ruptura com a “vida velha” e de adesão ao Messias esperado. Estes dois discípulos de João são, portanto, homens que, devido ao testemunho de João, já aderiram a esse Messias que está para chegar e que esperam ansiosamente a sua entrada em cena.
Entretanto, apareceu Jesus. João viu Jesus “que passava” e indicou-O aos seus dois discípulos, dizendo: “eis o cordeiro de Deus” (vers. 36). João é uma figura estática, cuja missão é meramente circunstancial e consiste apenas em preparar os homens para acolher o Messias libertador; quando esse Messias “passa”, a missão de João termina e começa uma nova realidade. João está plenamente consciente disso… Não procura prolongar o seu protagonismo ou conservar no seu círculo restrito esses discípulos que durante algum tempo o escutaram e que beberam a sua mensagem. Ele sabe que a sua missão não é congregar à sua volta um grupo de adeptos, mas preparar o coração dos homens para acolher Jesus e a sua proposta libertadora. Por isso, na ocasião certa, indica Jesus aos seus discípulos e convida-os a segui-l’O.
A expressão “eis o cordeiro de Deus”, usada por João para apresentar Jesus, fará, provavelmente, referência ao “cordeiro pascal”, símbolo da libertação oferecida por Deus ao seu Povo, prisioneiro no Egito (cf. Ex 12,3-14. 21-28). Esta expressão define Jesus como o enviado de Deus, que vem inaugurar a nova Páscoa e realizar a libertação definitiva dos homens. A missão de Jesus consiste, portanto, em eliminar as cadeias do egoísmo e do pecado que prendem os homens à escravidão e que os impedem de chegar à vida plena.
Depois da declaração de João, os discípulos reconhecem em Jesus esse Messias com uma proposta de vida verdadeira e seguem-n’O. “Seguir Jesus” é uma expressão técnica que o autor do Quarto Evangelho aplica, com frequência, aos discípulos (cf. Jo 1,43; 8,12; 10,4; 12,26; 13,36; 21,19). Significa caminhar atrás de Jesus, percorrer o mesmo caminho de amor e de entrega que Ele percorreu, adotar os mesmos objetivos de Jesus e colaborar com Ele na missão. A reação dos discípulos é imediata. Não há aqui lugar para dúvidas, para desculpas, para considerações que protelem a decisão, para pedidos de explicação, para procura de garantias… Eles, simplesmente, “seguem” Jesus.
Num segundo momento, o quadro apresenta-nos um diálogo entre Jesus e os dois discípulos (vers. 38-39). A pergunta inicial de Jesus (“que procurais?”) sugere que é importante, para os discípulos, terem consciência do objetivo que perseguem, do que esperam de Jesus, daquilo que Jesus lhes pode oferecer. O autor do Quarto Evangelho insinua aqui, talvez, que há quem segue Jesus por motivos errados, procurando n’Ele a realização de objetivos pessoais que estão muito longe da oferta que Jesus veio fazer.
Os discípulos respondem com uma pergunta (“rabbi, onde moras?”). Nela, está implícita a sua vontade de aderir totalmente a Jesus, de aprender com Ele, de habitar com Ele, de estabelecer comunhão de vida com Ele. Ao chamar-Lhe “rabbi”, indicam que estão dispostos a seguir as suas instruções, a aprender com Ele um modo de vida; a referência à “morada” de Jesus indica que eles estão dispostos a ficar perto de Jesus, a partilhar a sua vida, a viver sob a sua influência. É uma afirmação respeitosa de adesão incondicional a Jesus e ao seu seguimento.
Jesus convida-os: “vinde ver”. O convite de Jesus significa que Ele aceita a pretensão dos discípulos e os convida a segui-l’O, a aprender com Ele, a partilhar a sua vida. Os discípulos devem “ir” e “ver”, pois a identificação com Jesus não é algo a que se chega por simples informação, mas algo que se alcança apenas por experiência pessoal de comunhão e de encontro com Ele.
Os discípulos aceitam o convite e fazem a experiência da partilha da vida com Jesus. Essa experiência direta convence-os a ficar com Jesus (“ficaram com Ele nesse dia”). Nasce, assim, a comunidade do Messias, a comunidade da nova aliança. É a comunidade daqueles que encontram Jesus que passa, procuram n’Ele a verdadeira vida e a verdadeira liberdade, identificam-se com Ele, aceitam segui-l’O no seu caminho de amor e de entrega, estão dispostos a uma vida de total comunhão com Ele.
Num terceiro momento (vers. 40-41), os discípulos tornam-se testemunhas. É o último passo deste “caminho vocacional”: quem encontra Jesus e experimenta a comunhão com Ele, não pode deixar de se tornar testemunha da sua mensagem e da sua proposta libertadora. Trata-se de uma experiência tão marcante que transborda os limites estreitos do próprio eu e se torna anúncio libertador para os irmãos. O encontro com Jesus, se é verdadeiro, conduz sempre a uma dinâmica missionária.

Ideia de roteiro para teatro

(Personagem A entra com um mapa, com bússola, com óculos, uma mochila cheia de coisas e encontra com o Personagem B que está segurando leite e capim)

PA: Olá todo mundo!!! Oi PB, que bom que você chegou!! Vou precisar de sua ajuda!!!

PB: Oi Galerinha!!! Ah PA, que pena!! Não posso te ajudar!! Estou muito ocupado procurando... (começa a assobiar)

PA: Você também está procurando?? O que você está procurando??

PB: Vou dar uma dica... (mostra o leite e o capim)

PA: Leite e capim?? Você está procurando um gato?

PB: Claro que não!! Gato come capim?

PA: Não. Mas toma leite!!

PB: Olha, eu fui a missa e dessa vez entendi tudo! Entendi que devemos achar o cordeiro para seguir Jesus! E eu quero muito seguir Jesus! Então estou atrás do cordeiro. Trouxe o leite e o capim para ele! Padre será que o Sr viu o cordeiro por ai???????

PA: Mas que ideia PB!!! Da onde você tirou isso??

PB: Do Evangelho. João falou para os discípulos "Eis o cordeiro" e os discípulos começaram a seguir Jesus!!! Mas me diz uma coisa, você também está procurando alguma coisa? Por que pediu a minha ajuda??

PA: Estou sim!!! Estou procurando a casa de Jesus!!! Os discípulos perguntaram da casa para Jesus.  Ele os levou até lá e lá eles permaneceram!! Com certeza a mãe de Jesus, Maria, deve fazer lanchinhos bem gostosos para os discípulos ficarem por lá!! Então também quero ir até a casa de Jesus.

PB: Mas que ideia é essa PA!!!

PA: Está no Evangelho!!

PB: Verdade?? Escutei do cordeiro e já saí correndo para pegar o leite e o capim.

PA: Tive uma ideia!! Podemos procurar os dois... o cordeiro e a casa! Juntos temos mais chance, o que você acha??

PB: Perfeito!!!

(A Catequista entra no meio do povo e as crianças a chamam)

PA: Olha só a Catequista, podemos perguntar para ela!

PB: Verdade! Ela deve saber!! Catequista!!

C: Oi Crianças! Tudo bem com vocês?

PB: Tudo bem!! Catequista estamos precisando da sua ajuda!! Onde podemos encontrar o cordeiro?

PA: E a casa de Jesus, onde fica???

C: Nossa, mas por que vocês querem saber tudo isso?

PB: Estamos fazendo o que o Evangelho de hoje ensina!!!

C: Agora estou entendendo!!! Bom, vamos lá, vou explicar para que vocês entendam!! Quando João fala sobre o Cordeiro de Deus ele não fala que temos que procurar um cordeiro e sim que Jesus é o Cordeiro de Deus.

PB: Jesus é o Cordeiro de Deus?

C: Isso mesmo! Jesus é chamado de cordeiro pois se entrega na cruz para nos salvar. Por isso, quando os discípulos percebem que Ele é o Cordeiro de Deus começam a segui-lo.

PB: Então não precisamos achar o cordeiro? Posso tomar o leite??

C: Não precisam!! E pode tomar o leite!!

PA: Vai querer comer o capim também?!

PB: Claro que não!!!

PA: Eu estava certa então!!! Precisamos achar a casa de Jesus, não é mesmo?

C: Não é bem assim não!! Quando Jesus pergunta para eles "O que estais procurando?", Ele perguntou para saber o que os discípulos queriam. E quando os discípulos responderam "Onde Moras?" Jesus percebeu que Eles queriam ficar e seguir Jesus, que aceitaram fazer a experiência de partilhar a vida com Jesus e assim seguir Jesus no seu caminho de amor e de entrega.

PA: Agora entendi! E eu pensei que eles queriam ir até a casa de Jesus pela comida de Nossa Senhora!!!

C: Importante entendemos qual é a nossa missão! Quem encontra Jesus e experimenta partilhar tudo com Ele, não pode deixar de se tornar testemunha da sua mensagem e missionário como João Batista, mostrando a todas as pessoas quem é Jesus e como é maravilhoso viver com Ele. Que possamos pedir ao Espirito Santo que nos dê força, coragem e alegria de sermos missionários de Jesus em todos os lugares e para todas as pessoas que encontrarmos!

Sugestão de Música



Ideia para trabalhar esse Evangelho

Este é um lindo Evangelho para ser trabalhado com as crianças!! Como o mundo precisa de  verdadeiros missionários do Senhor!!

Após a explicação do Evangelho, sentar com as crianças para uma reflexão, respondendo essas perguntas:
- O que é ser missionário?
- João Batista foi missionário neste Evangelho?
- Como podemos ser missionários de Jesus??

A proposta é montar um kit missionário com tudo que as crianças forem falando!!

Oração

Querido Jesus,
Que alegria poder partilhar a minha vida com você!
Quero assumir a minha missão de te mostrar a todas as pessoas e o seu caminho de amor!
Que o Espirito Santo me ajude a ser fiel a esta linda missão!
Amém

Nenhum comentário:

Postar um comentário