Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

sábado, 17 de junho de 2017

Evangelho de Mateus 16, 13-19

Missa de 02 de Julho de 2017

13º DOMINGO DO TEMPO COMUM
SÃO PEDRO E SÃO PAULO, APÓSTOLOS
DIA DO PAPA

Leituras
Primeira Leitura At 12, 1-11
Salmo 33 
Segunda Leitura   2Tm 4,6-8,17-18
Evangelho Mt, 16, 13-19

Mensagem Principal
Pedro e Paulo são figuras típicas para mostrar a fraqueza e a força dos cristãos. Pedro achava que o Messias não devia sofrer e morrer. Paulo persegue os cristãos. Pedro reconhece Jesus como Messias que dá a vida, e também morre por ele. Paulo, convertido, torna-se o maior propagador do Evangelho de Cristo e encara a morte como Jesus fez.
Celebramos a riqueza que não pode ser medida: A herança da fé que recebemos dos apóstolos. Diante do Cristo, Pedro faz sua profissão de profunda fé. "Tú és o Messias, o filho do Deus vivo. A fé é a graça e o dom do Pai. A fé dos faz construir a vida e o Reino. Por isso, diz Jesus a Pedro: "Sobre esta pedra construirei a minha igreja".Somos a igreja do Senhor, a qual devemos ama-la e sermos profundamente unidos. Hoje é a comunidade responsável pela vivência e transmissão da fé.
Fonte: Folheto Nova Aliança e Folheto Deus Conosco

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

Na festa solene de São Pedro e São Paulo, a Igreja Católica também comemora o “dia do Papa” e reza, de maneira especial, pelo Papa Francisco. Deus o conserve com vida e saúde, sabedoria e firmeza, para confirmar na fé a Igreja e apascentar o rebanho do Bom Pastor. Deus não permita que triunfem sobre ele os inimigos do Evangelho! Esta festa nos lembra que nossa Igreja é “apostólica”: ela vem dos apóstolos e, desde então, ela permaneceu firme e fiel “no ensinamento dos Apóstolos, na fração do pão e nas orações” (cf At 2,42). Apesar de crises e dificuldades ao longo da sua história quase bimilenar, a Igreja permanece fiel a Jesus Cristo e ao Evangelho. S.Pedro e S.Paulo são os dois apóstolos mais destacados; Pedro representa a comunhão e a unidade da Igreja na fé, na esperança e na caridade. Paulo representa a Igreja missionária, sempre “em saída” para levar o Evangelho a todos. Essas duas dimensões da Igreja são inseparáveis: comunhão e missão. São Pedro foi o primeiro bispo de Roma, onde ele morreu mártir, testemunhando seu amor e sua fidelidade a Cristo. Paulo, depois de levar o Evangelho aos diversos povos, também foi martirizado em Roma. Os túmulos de ambos continuam sendo lugares de peregrinação para milhões de fieis que, junto deles, renovam sua fé apostólica. O Papa, enquanto Bispo de Roma, é o sucessor de São Pedro, que recebeu de Jesus o cuidado de zelar pelo bem de toda a Igreja. Os bispos, em cada diocese do mundo, são sucessores dos apóstolos e estão encarregados de uma comunidade diocesana em particular para cuidar dela em comunhão com o Sucessor de Pedro. E, todos juntos, com o Papa, eles estão encarregados de zelar pelo bem da Igreja inteira. Essa realidade apostólica de nossa Igreja na comunhão de fé e de missão, leva os bispos a não agirem sozinhos, mas sempre em comunhão uns com os outros e com o Papa. Na diocese, os padres agem em comunhão com o bispo diocesano e com o Papa. Assim, fica assegurada mais claramente a comunhão eclesial, na fé recebida dos apóstolos. Na festa solene de São Pedro e São Paulo, expressemos nossa comunhão com o Papa Francisco e com toda a Igreja através da coleta especial do “Óbolo de São Pedro”: com essa ajuda generosa de todos os fieis da Igreja, o Papa pode promover muitas iniciativas de evangelização e de caridade em todo o mundo.
Cardeal Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo
Fonte: Folheto Povo de Deus

Ideia de roteiro para teatro
PA: Nossa como você tá bonitão, amigo! Roupa nova este ano para o nosso arraiá?

PB: Opa...é novinha sim, sô... minha mãe remendou tudinho de novo "pra nóis dança"!

PA: Que beleza!

PB: E ai amigo, já tá pronto? Onde mesmo que vai ser nosso ensaio?

PA: Eu tô pronto sim, nosso ensaio vai ser lá no salão paroquial... vamos logo para a gente pegar o melhor lugar, pertinho da nossa Catequista.

PB: Vamos!

(No caminho, encontram o Padre)

PA e PB: Sua benção, Padre!

Padre: Deus abençoe, meninos! Já estão indo para o nosso ensaio da quadrilha?

PA: Já sim, padre... vai ser muito bonito, o senhor vai ver só!

Padre: Ah eu tenho certeza que sim...afinal, tem que ser mesmo, vocês da Catequese fecham com chave de ouro nossa festança e dançam num dia que comemoramos 2 importantes amigos de Jesus, vocês sabem quais são?

PB: Claro, Padre. Todo ano falamos deles na Catequese: São Pedro e São Paulo.

PA: Pedro foi o primeiro Papa, ele recebeu a chave da Igreja, na imagem dele ele até segura esta chave, eu vi, ele teve a missão de ser rocha forte, bem firme e construir a nossa igreja com muita Fé e união... Ele cumpriu bem a missão dele, né Padre... Os Papas e os padres todos seguem o exemplo dele e nossa igreja tá aqui, bem forte e unida!

Padre: Verdade! É um grande exemplo que seguimos para que a nossa Igreja sempre esteja bem firme e sempre crescendo com Jesus! E Paulo, quem vai me falar dele?

PB: Eu, eu...Paulo, é aquele que levou o evangelho, os ensinamentos por todo mundo! Até para a torcida do Corinthians ele escreveu!

PA: Para os Corinthianos?

PB: Sim, você nunca viu na missa assim: "Leitura da carta de São Paulo ao Corinthians"

PA: Não, não amigo é Coríntos e é uma cidade ele escrevia aos Corintos, nada de Corintianos...né Padre?

Padre: risos... Isso mesmo, Personagem A! Muito bom!

PB: Bem, mas como a gente continua lendo a carta dele não errei muito, os Corinthianos com certeza já ouviram as leituras também, né.

PA: Ah, isso é verdade!

(Enquanto os 2 estavam conversando com o Padre, passa por eles o Personagem C, todo apressado e cumprimenta).

PC: Sua benção, Padre. Oi, meninos!

Padre: Deus abençoe, meu filho!

(O padre fica intrigado do porque os meninos não responderam ao Personagem C e resolve questioná-los).

Padre: Meninos, não ouviram o amigo passando e cumprimentando vocês?

PB: Ele não é nosso amigo, Padre!

PA: É ele é muito metido, todo sabichão, sempre sabe tudo que a Catequista pergunta da Bíblia, gosta de ler quando ela pede, nem gagueja...

PB: É ele também sempre faz os desenhos mais bonitos e a tia pendura os dele no lugar mais legal da nossa sala. Sem falar que ele vai dançar com a menina mais bonita de toda paróquia, ela quis dançar com ele!

PA: Na verdade, nem achamos ela mais tão bonita assim!

PB: É para querer dançar com este menino deve ser chata que nem ele!

PA: Com certeza é!

Padre: Entendi. Então vocês não são amigos dele, não deu certo a tentativa.

PA: Não, nem teve tentativa, a gente nunca falou com ele, vemos o que ele faz, como é todo sabichão, bonitão e nem queremos ser amigos dele!

Padre: Meninos, estou pensando numa coisa. Muitas pessoas falaram mal de Jesus, sem nem conhece-lo, vocês sabiam disto?

PA: Claro, Padre. Ele foi muito injustiçado. Multidões falaram maldades sobre ele, nem conheciam ele, "ouviam falar" dele só...injustos!

Padre: Pois é, foi isso mesmo. Mas Pedro e Paulo, conheceram Jesus, conviveram com ele, viveram muitas coisas juntos, momentos alegres e tristes, conheceram bem Jesus e também permitiram que Jesus os conhecessem, isso o fez mais que amigos, eles foram apóstolos de Jesus e tiveram missões muito importantes, não acham?

PB: Foi mesmo! Um foi o primeiro Papa da nossa Igreja e o outro o grande anunciador pelo mundo todo!

Padre: Pois então, mas poderiam ter sido como muitos foram, não te conhecido de verdade Jesus, não ter convivido com ele, e ficar só com o que "ouviam dizer"!

PA: Nossa, é mesmo... que bom que não fizeram isso né...senão iam perder o maior de todos os amigos: Jesus!

Padre: Sim, foi muito bom que não fizeram isso.  Vocês podiam seguir o exemplo deles e abrir o coração para conhecer o personagem C.

PB: Hãmm? que tem a ver o personagem C com Jesus!

Padre: Tudo a ver! Jesus não é nosso irmão e todos fomos criados a imagem e semelhança de Deus?

PA e PB: Sim, fomos! Sim, Jesus é nosso irmão...

PA: Ah, mas o personagem C, não dá não...

Padre: Vocês nem ao menos uma vez falaram com ele, estão  sendo como o povo daquela época de Jesus. Que foram injustos e perderam um grande amigo.

PB: O Padre tem razão, amigo. Acho que podemos cometer uma injustiça com o PC, vai que ele é legal!

PA: Ah, mas pra valer a pena vai ter que ser legal que nem Jesus!

PB: Amigo, amigo... não fala assim! Credo!

PA: Desculpe, Padre. O senhor tem razão, não dá para ficar falando dele sem conhecer. E podemos mesmo estar perdendo de conhecer um amigo. E mais ainda, Deus pede para a gente não julgar ninguém, eu lembro bem disso, já falamos disso na Catequese e o senhor já falou na missa muitas vezes também. Estou envergonhado!

PB: Eu também fiquei. Desculpe, Padre.

Padre: Meninos, não precisam se desculpar comigo, se estão arrependido de coração, Deus já os perdoou. Vão, não se atrasem para o ensaio e aproveitem para se aproximar do Personagem C!
Deus quer nossa igreja forte e unida, como ele pediu a Pedro e também quer ver na dança de vocês um anuncio de muito amor que vai contagiar as pessoas, como pediu a Paulo!

PA e PB: Pode deixar, Padre! Vai ficar orgulhoso de nós! Depois da quadrilha contamos tudo! Até mais tarde!

Padre: Meninos, estou me esquecendo de uma coisa... a catequista lembrou de fazer a homenagem para o Papa na apresentação de vocês?

PA: Claro, Padre. Adivinha quem vai celebrar o casamento da quadrilha?

Padre: Quem?

PB: Euzinho, o Papa Chico, sô!

Padre: Ah que legal, vai ser muito legal... você vai se caracterizar como ele, Personagem B?

PB: Vou sim, minha mãe vai trazer já já a roupinha que fez e os óculos peguei uma armação quebrada do vovô... igualzinha do Papa Francisco!

PA: Padre, ficou muito legal... todos vão gostar! E no final vamos cantar uma musica surpresa para ele!

Padre: Que bom meninos, mal posso esperar!

PB: Padre, nós nunca esquecemos do nosso querido Papa, rezamos sempre por ele, não só na missa e no terço, mas todo dia antes de dormir... Ele está sempre no nosso coração!

Padre: Esta é a melhor homenagem, meninos! Continuem assim, orando por ele.

PB: Mas vamos caprichar na quadrilha também, no casório... vou gravar e tentar mandar para ele... quem sabe um dia ele vem conhecer nossa Paróquia, né!

Padre: E porque não? caprichem sim! Façam com muito amor, como ele faz sempre! Até mais tarde!

PA e PB: Até, Padre!

Padre: Até mais tarde, meninos! Deus abençoe!

Sugestão de Música

É o Padre que traz Jesus para nós, o Papa é o nosso Pai maior aqui na Terra o "Santo Padre". Vamos nesta musiquinha, lembrar que recebemos esta graça através dele, por graça e amor maior de Deus. 





Ideia para trabalhar esse Evangelho

Mostre para as crianças uma foto do Papa Francisco:


O que o nosso Papa Francisco tem de São Pedro e de São Paulo?

Quais características deles ele busca  imitar para ser o nosso Papa?
Vamos ouvir as crianças!

Papa Francisco é:

Forte como Pedro, pois continua construindo nossa igreja
Corajoso como Paulo, foi a muitos lugares levar a Palavra e o amor de Deus

... que mais?

E o que ele tem de Jesus? quais características?

Um sorriso cheio de amor
Piedade com os mais Pobres 

Vamos buscar aprender com o nosso querido Papa Francisco, temos muito a aprender com ele. Um grande pastor! 

Vamos colorir o desenho dele bem bonito?


Oração

Jesus querido, obrigada pela vida do nosso amado Papa Francisco. Cuida dele, Jesus!
Que ele tenha muita saúde, força, coragem e luz para guiar a gente, como o Senhor deseja, Amém.



Nenhum comentário:

Postar um comentário