Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

domingo, 27 de maio de 2018

Evangelho de Marcos 3, 20-35

Missa de 10 de Junho de 2018


10º DOMINGO DO TEMPO COMUM - SOMOS A FAMÍLIA DE JESUS!

Leituras
Primeira Leitura Gen 3, 9-15
Salmo Salmo 129 (130)
Segunda Leitura 2 Cor 4, 13 – 5, 1
Evangelho Mc 3, 20-35
Liturgia Diária

Mensagem Principal
Jesus nos ensina que a sua missão é libertar todas as pessoas de qualquer opressão que as despersonaliza e de toda alienação social e religiosa. A sua verdadeira família se constitui a partir do cumprimento da vontade do Pai. A relação mais íntima com ele não se faz através do parentesco de sangue, mas na sintonia com sua prática libertadora. Ele é o libertador e nós, sua família, devemos lutar com ele.

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

Neste 10º Domingo do Tempo Comum, a Palavra de Deus leva-nos a meditar sobre a nossa resposta de vida ao projeto de Deus para nós, na liberdade de optar pelo bem e pelo mal.
O Evangelho centra o nosso olhar na pessoa de Jesus, que os seus conterrâneos, entre eles tantos familiares, não aceitaram como enviado de Deus e não perceberam, até se opuseram, à vontade de Deus revelada em Jesus. Na caminhada da fé, cada um é livre de optar: ou ficar pelos dispersos sentidos de vida, ou permanecer na única família de Jesus, de quem quiser fazer a vontade de Deus.
A segunda leitura realça que, para o cristão, viver só faz sentido na certeza da ressurreição, na caminhada de vida interior que se renova dia a dia em perspcetiva da etermidade.
Neste horizonte neo-testamentário, meditemos em particular a primeira leitura que nos mostra, recorrendo à história mítica de Adão e Eva, o que acontece quando rejeitamos as propostas de Deus e preferimos caminhos de egoísmo, de orgulho e de auto-suficiência… Viver à margem de Deus leva, inevitavelmente, a trilhar caminhos de sofrimento, de destruição, de infelicidade e de morte.

Ideia de roteiro para teatro

PA: Oi PB tudo bem?

PB: Oi PA tudo bem e você?

PA: Eu estou ótimo! Só com um pouco de dúvida! Estou pensando se quero estar do lado de dentro ou de fora da família e também se quero trocar de família.

PB: Trocar de família? Por que isso?

PA: PB você não prestou atenção no evangelho? Jesus trocou de família! Disseram pra ele que a mãe e os irmãos dele estavam chamando e ele não quis atender. Disse que mãe, irmãos e irmãs dele era todo aquele povo que ele ensinava.

PB: Mas PA, não foi...

PA interrompendo PB: Então eu to pensando em trocar de família, porque as vezes minha mãe briga um pouco comigo, as vezes meu irmão bagunça minhas coisas, meu pai chega  muito cansado e tem dias que nem quer brincar. Se até Jesus trocou de família, eu também posso!

PB: PA tenho certeza que você entendeu errado! Não é que Jesus trocou!

PA: Ué, você não ouviu?

PB: Não é bem isso PA!

Catequista: Olá Crianças tudo bem?

PB: Ai catequista que bom que você chegou! PA está fazendo a maior confusão! Dizendo que quer trocar de família como Jesus fez!

Catequista: Não crianças! Neste evangelho Jesus não trocou de família! Quando ele diz que sua família são aqueles que ouvem suas palavras e as colocam em prática, ele quer nos dizer que cada um de nós que escolhermos fazer a vontade de Deus somos da família de Jesus!

PA: Então ele não trocou?

Catequista: Não PA! A família de Jesus quando foi busca-lo queriam que Ele fosse embora, que Ele fosse pra casa com Eles e Jesus tinha a missão de anunciar o reino de Deus. Falar à todos os povos sobre a boa nova e o plano de libertação e salvação de Deus. Se Jesus fosse embora com eles, não estaria fazendo a vontade de Deus e eles levando Jesus embora também não estavam fazendo o plano de Deus acontecer. Por isso Jesus disse que sua família era quem ouvisse e praticasse seus ensinamentos, pois estariam vivendo como os filhos de Deus devem viver.

PB: E nós somos chamados à fazer a vontade de Deus em nossa própria família não é catequista?

Catequista: Sim PB! Isso mesmo! Somos chamados a fazer a vontade de Deus em todos os lugares. Principalmente em nossas casas, junto de nossas famílias que foram escolhidas por Deus para nós!

PA: Achei que poderia trocar! As vezes nossa família é chata!

Catequista: Sim PA, todos nós temos dias bons e outros ruins! As vezes nossos pais tem muitas preocupações e por isso nem sempre estão de bom humor! E nós também nem sempre sabemos entender. Mas nossa família é a melhor que podemos ter e quando nossa família também decide ser parte da família de Jesus, tudo fica muito melhor! Nossos problemas não desaparecem, mas ficamos muito mais fortes!

PB: E o que precisamos fazer pra ser parte da família de Jesus catequista?

Catequista: Para ser parte da família de Jesus temos que ouvir o que Ele nos ensina na palavra, na missa, na catequese, o que Ele nos fala através de outras pessoas também! Temos que transmitir a mensagem de amor e salvação por onde formos.

PA: Escolher nossa família né catequista? E viver com muito amor mesmo quando estiver chato né?

Catequista: Sim! Respeitar todos aqueles que convivem conosco. E levar o amor de Deus!

PB: Que legal! Quero ser da família de Jesus!

PA: Eu também! E também quero levar a minha família pra fazer parte da família de Jesus junto comigo! Pensando bem, eu não quero trocar ninguém da minha casa.

Catequista: Isso mesmo crianças! Vamos deixar a família de Jesus bem grande e linda!!


Sugestão de Música



Ideia para trabalhar esse Evangelho

Vamos juntos fazer um lindo convite para nossos amigos também fazerem parte da família de Jesus!

Como em uma festa, vamos desenhar um convite bem bonito e escrever ou desenhar sobre o amor de Deus para convidar todos os nossos amigos para serem da família de Jesus?

Depois vamos levar este convite para alguém que ainda não participa sempre dos grupinhos, encontros e catequese!




Oração

Querido Jesus queremos ser parte da sua grande família! 
Nos ajude a fazer sempre a sua vontade! 
Queremos levar as suas palavras para todos aqueles que ainda não te conhecem para serem da sua família também!

Obrigada por este lindo convite!

.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Evangelho de Marcos 2, 23-3-6

Missa 03 de Junho de 2018


IX Domingo do Tempo Comum
"Jesus é o Senhor do Tempo e do Eterno"

Leituras
Primeira Leitura Dt 5, 12-15
Salmo 80/81
Segunda Leitura 2Cor, 4, 6-11
Evangelho Mc, 2, 23-3-6
Liturgia Diária

Mensagem Principal
Jesus, o Senhor do tempo, da história e da eternidade, nos reúne aqui e nos convida a participar da vida e da liberdade dos filhos e filhas do Pai. Com alegria, neste domingo, Dia do Senhor e da vida. Fonte: Folheto Comununhão e Participação Arquidiocese de Goiania

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

MENSAGEM

O Filho do Homem é o Senhor também do sábado! Segundo Jesus, o critério da Lei deve ser o ser humano e não o descanso sabático. Qualquer lei que oprima, marginaliza ou exclua não é de Deus. Seja no caso das espigas que na cura do homem da mão seca. Jesus depara-se com os corações duros, que só se importavam com a transgressão da lei e não com a cura das pessoas doentes. Jesus depara-se com o silêncio eloquente dos seus oponentes. Não tendo o que responder, calam-se, mas tramam prende-lo e mata-lo. Quantas vezes somos nós quem calamos diante dos desmandos, das injustiças e das barbaridades. Que o Senhor Jesus, ajuda- nos a dicernir quando uma lei é libertadotra ou opressora para que possamos na verdade e na justiça anunciar o Reino de amor.
Fonte: Diário Bíblico 2018 - Ed Ave Maria - comentário e reflexão do evangelho de 03 de junho de 2018.

Ideia de roteiro para teatro

PA: Olha, Jesus foi mesmo um cara muito paciente.

PB: Por que você tá falando isso, amigo?

PA: Ah você não prestou atenção no evangelho?

PB: Prestei, claro que prestei... mas não sei do que tá falando.

PA: PB, Jesus, foi sempre bom e curou mais uma pessoa...

PB: Verdade eu vi...ai ficaram falando que não podia, porque era sábado...nada a ver né...

PA: Ah isso a tia já explicou para a gente, que no sábado não se trabalhava...

PB: E curar era o trabalho de Jesus, né amigo!

PA: Isso, mas pense comigo... Jesus era muito paciente, se fosse eu, ia mandar um raio na cabeça de quem ficou falando que não podia... imagina... não podia curar uma pessoa...

PB: É Jesus não mandou raio nenhum, teve mesmo paciência e se explicou...

PA: Pois é... muito paciente mesmo!

Catequista: Crianças, não pude deixar de ouvir vocês... teve uma parte ainda que vocês se esqueceram de falar, dos discipulos colhendo espigas, pois tinham fome...

PA: Ah sim, foi mesmo e eles disseram também que não podia, que isso era trabalho, né tia!

C: Foi e logo depois foi o epsódio da cura da mão do homem...

PA: Sim, e ele ficou ali explicando que pegaram porque tinham fome e que ele curou porque tava doente. Simples né... que coisa... nada inteligentes estes caras...

C: Inteligentes eles eram sim, eram entendedoras de todas as leis daquela época!

PB: Nossa... todas?

C: Sim e viviam repetindo elas e investigando quem não cumprisse...

PA: Não acredito! Estavam espionando Jesus!!!!

PB: Que malvados!

C: É estavam... queriam que ele errasse e queriam entrega-lo para ser morto! Tinham inveja dele. Jesus não fez nada de errado, pagava seus impostos como todos, cumpria sim as leis, mas ele sempre pensava no amor de Deus primeiro e depois tomava sua atitude.

Por isso sempre pergunto para vcs: Como Jesus faria?

PA: Sim, sim, Jesus faria tudo certinho... uma injustiça isso! Eu tava aqui falando, Jesus, super poderoso... podia ter lançado um raio paralisante neles... e eles iam ver quem manda!

PB: É podia, mas eu nunca vi Jesus fazer isso...

PA: É nem eu, mas fico com pena... ele só fazia coisas boas e maltrataram tanto ele...

C: Sim, mas era a lei...  Eles interpretavam como queriam, mas Jesus interpretava e cumpria a partir do amor Deus pelas pessoas.

PA: Verdade...

PB: Sabe, to aqui pensando Jesus tinha mesmo que continuar sendo paciente e não brigar quando ficaram questionando ele, das espigas, da cura do moço...

PA: É? porque?

PB: Porque a lei de Deus é amor. Tinha que explicar com todo o amor... isso que ele fez...

PA: A lei de Deus é amor e compaixão para com o próximo.

PA: Sim é verdade...

PB: E eu já sei quem é que nos ajuda nesta missão de detetives das boas leis!

PA: Eu também sei!

C: Ah é, então me contem...

PA e B: O Espirito Santo, nosso amigão!

C: Isso, ele mesmo!

PA: Que legal! eu vou para casa... vou pensar em tudo que eu já sei que é lei e que ajudam as pessoas... e claro vou lembrar das leis de Deus, dos mandamentos... ai vou fazer uma listinha de que eu preciso ir fazendo...

PB: Que ótima ideia... vou com você!

C: Excelente, queridos! Amar sempre! Quem obedece esta lei, nunca erra!

Sugestão de Música

A quem primeiro devo amar?



Ideia para trabalhar esse Evangelho

O que são leis?
São ordens que devem ser seguidas, foram criadas pensando em fazer com que todos tenham o mesmo comportamento diante de um direcionamento, uma lei. 

Se você pudesse fazer uma lei que ajudaria as pessoas, o que faria?

**Provavelmente eles dêem ideias de leis que "já existem" mas não são olhadas pelo olhar do amor. Fale sobre isso, do quanto hoje o egoísmo nos impede de ajudar o irmão.

Vamos ajudar os pequenos aguçar o seu senso crítico e tomar a melhor decisão quando chegar a missão de ajudar um irmão que necessita.

Vamos fazer nossa listinha?


Oração
Jesus querido, me ajude a ter sempre no coração a diferença das leis que vem do seu amor e das leis que me afastam do seu amor..

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Evangelho de Mateus 28,16-20


Missa de 27 de  Maio de 2018
 

                                               SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE
Resultado de imagem para atividade sobre solenidade santissima trindade
- GLÓRIA AO PAI, AO FILHO E AO ESPÍRITO SANTO –

 Leituras
Primeira Leitura: Dt 4,32-34.39-40
Salmo: Salmo (32 (33)
Segunda Leitura: Rm 8,14-17
Evangelho: Mt 28,16-20




Mensagem Principal  
A liturgia da Palavra deste domingo, nos apresenta a conclusão do Evangelho de São Mateus. As duas últimas frases do texto trazem uma missão e uma promessa que devem sempre estar muito presentes em nossa vida de fé.
Jesus envia os discípulos com a missão de anunciar e testemunhar o Evangelho. Esta missão não é restrita aos onze discípulos mencionados no texto. As palavras de Jesus também são dirigidas a cada um de nós! Fomos batizados em nome da Trindade Santa e pelo batismo cada um de nós assumiu este compromisso. E o mundo necessita muito de homens e mulheres que, com coragem, façam ecoar a mensagem de Jesus, pelas palavras e pelo testemunho.
No entanto, sabemos que esta tarefa não é fácil. A missão é repleta de obstáculos e desafios e, muitas vezes, nossas fraquezas podem nos levar ao desânimo ou até mesmo a desistir dos nossos sonhos. Nessas horas, não nos esqueçamos da promessa que Jesus dirige aos discípulos e também a todos nós: “Eis que eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28,20), ou seja, podemos ter a certeza de que não estamos sozinhos nem desamparados em nossa missão, pois o próprio Cristo caminha conosco nos concedendo a força, a esperança e a alegria de que tanto precisamos! 
Fábio Vieira - Paróquia Santa Cecília
Fonte: Folheto Nova Aliança


Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:
Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

A Solenidade que hoje celebramos não é um convite a decifrar o mistério que se esconde por detrás de “um Deus em três pessoas”; mas é um convite a contemplar o Deus que é amor, que é família, que é comunidade e que criou os homens para os fazer comungar nesse mistério de amor.
Na primeira leitura, Jahwéh revela-se como o Deus da relação, empenhado em estabelecer comunhão e familiaridade com o seu Povo. É um Deus que vem ao encontro dos homens, que lhes fala, que lhes indica caminhos seguros de liberdade e de vida, que está permanentemente atento aos problemas dos homens, que intervém no mundo para nos libertar de tudo aquilo que nos oprime e para nos oferecer perspectivas de vida plena e verdadeira.
A segunda leitura confirma a mensagem da primeira: o Deus em quem acreditamos não é um Deus distante e inacessível, que se demitiu do seu papel de Criador e que assiste com indiferença e impassibilidade aos dramas dos homens; mas é um Deus que acompanha com paixão a caminhada da humanidade e que não desiste de oferecer aos homens a vida plena e definitiva.
No Evangelho, Jesus dá a entender que ser seu discípulo é aceitar o convite para se vincular com a comunidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Os discípulos de Jesus recebem a missão de testemunhar a sua proposta de vida no meio do mundo e são enviados a apresentar, a todos os homens e mulheres, sem exceção, o convite de Deus para integrar a comunidade trinitária.
Fonte:www.dehonianos.org/ 


Ideia de roteiro para teatro


(PA entra)

PA: Oi crianças, oi PB.

(PB entra preocupado e nem responde o amigo)

PA: Nossa PB! Estou falando com você, te cumprimentei e você nem respondeu!

PB: Ah desculpe PA, estou muito preocupado, nem ouvi você me cumprimentar.

PA: Eita! Mas está preocupado com o que?

PB: Sabe o que PA, o evangelho de hoje me deixou muito confuso.

PA: Mas por quê?

PB: Olha só! No evangelho Jesus diz aos discípulos “ide e fazei discípulos

meus todos os povos, batizando-os em nome

“do Pai e do Filho e do Espírito Santo”.

PA: Sim! Também me lembro dessa parte do evangelho, mas o que tem de tão confuso?

PB: Ah PA você nunca entende nada, esta precisando colocar o tico e teco para funcionar hein!

PA: Há há há engraçadinho, até parece que você entende tudo neh?!

PB: Não só entendo como coloco tudo em pratica.

PA: Ah é! e como você pretende colocar em pratica o que Jesus pede no evangelho?

PB: Então, por isso que estou preocupado, eu não sei como fazer isso

PA: Fazer o que PB? Não estou entendendo nada!

PB: Preste bastante atenção PB, Jesus nos pede para batizar todo mundo certo?

PA: Certo?

PB: Então, mas como vou batizar? não sou padre!

PA: Ah entendi! É verdade, somente o padre pode batizar uma pessoa, neh?!

PB: Entendeu PA porque estou tão preocupado?

(catequista entra)

C: Oi Criançada

PA e PB: Oi Catequista!

C: Crianças o que vocês estão fazendo? Estão com umas carinhas de preocupados!

PA: C, o PB está preocupado porque não conseguirá por em pratica o que Jesus pede no evangelho

C: Nossa PB que lindo! Fico feliz em saber que você se preocupa em fazer a vontade de Deus por meio do evangelho.

PB: Pois é C, mas infelizmente não vou conseguir! (fica triste)

C: Mas porque você acha que não vai conseguir? Fale qual parte do evangelho de hoje você pensa que não consegue fazer a vontade de Jesus?

PB: Ué Catequista, Jesus nos pede para batizar todo mundo, mas eu não posso batizar, não sou um padre, sou só uma criança!

C: Ah agora entendi rs.... você está achando que Jesus pediu para sair batizando todo mundo que encontrar?

PB: E não é isso?

C: Não PB, não é isso!

PB: Ah de novo me confundi!

C: Mas não fique triste PB, você fez uma pequena confusão, mas não está totalmente errado.

PB: Não??? oooooba!

PA: Mas no que ele se confundiu dessa vez C?

C: Crianças, o evangelho de hoje nos recorda a Santíssima Trindade e a missão que Jesus deixou aos seus discípulos, fazer de todos discípulos de dele.

 PA: Nossa C, mas essa missão é muito difícil neh?

C: O PB tem boa vontade de por em pratica o que o evangelho nos trás e na verdade essa é a missão de todos nós, não somente dos discípulos.

PB: Quer dizer que todos nós temos a missão de ajudar a todas as pessoas a se tornarem discípulos de Jesus?

C: Sim! Todos nós precisamos anunciar o evangelho e todos nós precisamos observar e por em pratica todos os ensinamentos de Jesus, para que possamos viver como ele viveu, fazendo sempre a vontade de Deus.

PA: Nossa C, mas é tão difícil, sempre nos confundimos.

C: O importante é que vocês já têm a consciência que precisam fazer o melhor pra conseguir viver como Jesus viveu, aos poucos irão entender e conseguir, o problema é que existem muitas pessoas que não tem a oportunidade de conhecer o evangelho.

PB: É por isso que a missão dos discípulos de Jesus é importante neh?

C: Isso mesmo! porque eles ajudam essas pessoas que ainda não conhecem Jesus á conhecê-lo, por meio do evangelho falar do amor de Deus por nós para que possamos viver como Jesus.

PA: Que linda missão a nossa hein!

C: O evangelho de hoje também nos fala sobre a Santíssima trindade.

PA: A santíssima trindade?

C: Sim... é um só Deus e três pessoas! A santíssima trindade significa que nosso amado Deus vive no nosso coração em perfeita harmonia - Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

PA: Espera ai! Deixa ver se entendi então!! Deus é um só e ao mesmo tempo três?

C: Sim!! Deus é uno e trino! Trino porque são três pessoas - Deus Pai que nos criou, Deus filho que nos salvou e Deus Espírito Santo que nos santifica-
e uno porque agem em unidade.

PA: Ahaaaa. Entendo que Deus Pai é o criador de tudo e que Jesus, o filho, nos salvou, mas como assim o Espírito Santo nos santifica?

C: Jesus foi enviado pelo Pai para nos salvar e quando Jesus volta para junto dEle, o Pai pelo seu filho Jesus, envia o Espírito Santo para nos ajudar a recordar tudo aquilo que Ele nos ensinou, para que possamos viver como Ele viveu e alcançar a santidade.

PB: Então é por isso que fazemos o sinal da cruz?

C: Sim, neste momento estamos agradecendo e honrando ao nosso Deus uno e Trino, ou seja, a Santíssima Trindade.

PA: Mas C e o batizado o que tem a ver com a santíssima Trindade?

C: Nós somos batizados  em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo e nesse momento recebemos o Espírito Santo de Deus. É por meio do batismo que somos consagrados ao amor de Deus pelos nossos pais.

PA: Nossa C, que lindo!

C: É lindo mesmo! Quando aceitamos ser discípulos de Jesus é porque aceitamos a Santíssima Trindade, porque queremos a presença do Deus que é Pai, que é Filho e é Espírito Santo em nossas vidas e assim conseguimos anunciar o evangelho e o amor de Deus a todos!

PB: Nosso batismo é muito importante neh?

C: Sim e precisamos sempre por em pratica o que foi prometido no batismo por nossos pais. Precisamos sempre pedir a presença do Espírito Santo para que nos conduza na nossa missão de viver como Jesus viveu e ser bons discípulos anunciando o evangelho.

C: Crianças, agora vamos fazer uma oração, agradecendo a Santíssima Trindade e pedindo força para conseguirmos cumprir nossa missão?

PA e PB: Vamos!




Sugestão de Música




Ideia para trabalhar esse Evangelho


Oração
Espírito Santo meu amigão, te peço que me ajude a cumprir minha missão de anunciar o evangelho e que a Santíssima Trindade esteja sempre em meu coração.
Amém